Se Deus não existe, assassinar não é errado

Carregando...
GD Star Rating
loading...

Se Deus não existe, assassinar não é errado

Se Deus não existe, assassinar não é errado. Você pode até achar que isto seja errado, independentemente disto, mas como você sabe porque é errado?

Neste vídeo da Prager University, Dennis Prager explica, em poucos minutos, o porquê que sem Deus, toda moralidade é questão de opinião. E, como sabemos, opinião, por si só, não vale nada. O resultado disto é bastante óbvio, e praticamente todo filósofo ateísta concorda, se não Deus não existe, o bem e o mal são apenas questões subjetivas.

Prager usa o exemplo do assassinato, explicando porque isto é condenável pela maioria das pessoas, mesmo que elas não saibam que isto advém necessariamente da moralidade judaico-cristã.

Não que a Direita Realista se importe caso algum neo-ateu fique ofendido com este vídeo, mas o fato (ou seja, não é algum subjetivismo neo-ateísta) é que este não para semianalfabetos. Aliás, Prager deixa bem claro que você pode ser ateu e acreditar na imoralidade do assassinato ou ser religioso e praticar o mal, inclusive em nome de Deus. Porém, em um mundo sem os valores judaico-cristãos, ninguém teria os meios para chegar a esta conclusão.

O objetivo deste vídeo é dar mais uma demonstração das consequência catastróficas por trás das ações de agentes dedicados à destruição da moralidade cristã.

O vídeo foi traduzido e legendado em português pelos Tradutores de Direita e publicado, originalmente, no dia 3 de abril de 2017. O texto abaixo foi tirado e adaptado do próprio:

Nos dias de hoje, o hábito da trivialização tem se tornado cada vez mais frequente. Não é raro vermos pessoas esquecendo-se de que muitos dos aspectos e características de nossa sociedade são frutos de anos de tentativas e de experiência. Parte da caminhada que fazemos, ao longo de nossa vida, é feita pelas gerações anteriores, de modo que obtemos delas um legado a ser aprimorado e passado para as gerações futuras.

Isto pode ser verificado facilmente quando pensamos na inovação tecnológica ou mesmo na própria condição econômica de uma família. Infelizmente, temos perdido cada vez mais o contato com esta noção transcendental, tornando-nos cada vez mais materialistas e egoístas.

Pior ainda é que este fenômeno está afetando diretamente a noção de moral. Parece haver uma correlação (se não uma relação de causalidade) entre a seriedade com que se tomam os valores judaico-cristãos e o tratamento que damos ao próximo.

Saiba Mais

Deixe um comentário

Adicionado Em: 6 de abril de 2017

Visualizações: 26

Duração: 05:17

Categorias: Curtos

Tags: , ,

Canal: Prager University

GD Star Rating
loading...

Este Link: