A Modernidade não lhe traz felicidade

A Modernidade não lhe traz felicidade” é um título que batizamos este curto, porém fantástico texto de Tercio Rodrigo De Azevedo Lima, ex-Diomedes, que mostra como a Idade Moderna engana a maioria das pessoas ao lhes proporcionar uma falsa sensação de bem estar e felicidade.

Ele cita vários exemplos, praticamente cotidianos, de como os costumes e a cultura moderna, ou pós-moderna, podem promover noções e padrões subjetivos que podem passar esta falsa noção de felicidade e realização pessoal aos incautos.

É opinião da Direita Realista que isto pode trazer consequências trágicas, cedo ou tarde, para um indivíduo.


A Modernidade não lhe traz felicidade, por Tercio Rodrigo

Você pode assistir mil programas de televisão dizendo o quanto sua postura é moderna e correta.

Pode procurar mil especialistas que afirmem que é saudável e está apenas “buscando ser feliz”.

Pode ler mil livros de autoajuda que darão duas mil justificativas para o que você tem feito – e continuar fazendo – o que fez.

Pode ouvir mil colegas dizendo, enquanto batem no seu ombro, que a culpa não é sua.

Pode procurar mil baladas e se afundar em mil risadas, dois mil copos de bebidas e três mil rodadas de sexo fácil.

Mas sua dor não vai passar. A voz não vai se calar. O espelho vai continuar mostrando a mesma coisa.

As mentiras que você repete para si mesmo ainda serão mentiras.

E seu erro vai continuar sendo um erro.

Pare de fugir e mude. A Modernidade não existe para lhe dar felicidade, mas para lhe naufragar na mais absoluta tristeza, sofrimento e loucura.

Deixe um comentário

Newsletter

Assine a nossa newsletter e faça parte dos nossos assinantes!