Pouco depois do ataque terrorista em Londres

Carregando...
GD Star Rating
loading...

Pouco depois do ataque terrorista em Londres

Este vídeo mostra as declarações de um ativista inglês pouco depois do ataque terrorista em Londres, que ocorreu no dia 22 de março de 2017.

O rapaz não cai na narrativa forçada, politicamente correta e vazia da grande mídia, metendo a real porque sua cidade (Luton) foi tomada por muçulmanos. Ele convive com a realidade da invasão islâmica que, em forma de imigração, impõe as práticas e superstições desta religião à força, graças ao aval do estado e dos meios de comunicação mainstream, assim que este atinge um número suficiente de seguidores no local.

O vídeo foi traduzido e legendado pelos Tradutores de Direita e publicado, em seu canal, no dia 27 de março de 2017. O texto abaixo foi retirado e adaptado do mesmo:

No dia de mais um ataque terrorista muçulmano em Londres, testemunhas descreveram que nenhum canal desvendava quem provocou o ataque nas primeiras horas e pouco mais se sabia do sucedido, apesar da normal troca de dados entre amigos e conhecidos. Somente muitas horas mais tarde, o nome do terrorista foi mencionado, sem citar sua religião nem sua intenção, como o de costume. Apesar do modus operandi ser claramente de terrorismo islâmico, devido a semelhança deste atentado com outros acontecidos na Europa, ainda havia a possibilidade de ter sido perpetrado por algum copycat (imitador). Entretanto, o nome do terrorista, revelado muitas horas mais tarde, era árabe.

Não é incomum encontrar em Londres mulheres muçulmanas cobertas de cima a baixo. Chegou-se mesmo ao ponto de ter que ser debatido a proibição de muçulmanas entrarem em ambientes fechados com a cabeça tapada (motoqueiros, por exemplo, tem que tirar o capacete ou as balaclavas). O Brexit foi uma resposta a este desvario desenfreado, mas parte do mal já esta feito. Dificilmente a Grã-Bretanha irá normalizar depois de anos de descontrole das fronteiras, politicamente correto e desprezo as conseqüências do crescimento islâmico do pais.

Talvez a melhor demonstração que brasileiros puderam ter desta aura de secretismo foi a posição da BBC Brasil em sua resposta ao comentário de um leitor: “Terrorismo, não quer dizer que seja motivação religiosa. Óbvio que é terrorismo”, ao que a BBC Brasil responde: “Terrorismo é uma palavra carregada de conotações, por isso evitamos usa-la. O terrorista para alguns é o defensor da liberdade de outros. O terrorista para outros é vingador da justiça contra os outros. Não cabe a BBC julgar os motivos de quem executa ataques, por mais cruéis e sangrentos. Nos cabe noticiar.”

Tudo indica que esse tipo de ataque não deve terminar por aqui.

Saiba Mais

  • Tradução: Pedro Henrique
  • Revisão: Israel Pestana

Deixe um comentário

Adicionado Em: 28 de março de 2017

Visualizações: 26

Duração: 01:51

Categorias: Curtos

Tags: ,

Canal: Tradutores de Direita

GD Star Rating
loading...

Este Link: