Anvisa autoriza estudos sobre medicamento contra Peste Chinesa defendido por Bolsonaro

Ontem (19), a Anvisa autorizou estudo sobre medicamento contra Peste Chinesa defendido por Bolsonaro. A pesquisa será realizada em seis países, incluindo o Brasil.


Ontem (19/07/2021), a Anvisa autorizou estudos sobre medicamento proxalutamida, comumente usado para tratamento de câncer de próstata e de mama, defendido por Bolsonaro contra a Peste Chinesa.

Após receber alta médica em São Paulo, o presidente afirmou que pediria uma pesquisa sobre o medicamento ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

De acordo com a Anvisa, o estudo será realizado pela empresa Suzhou Kintor Pharmaceuticals, sediada na China, afirmando que “trata-se de um estudo de fase III, randomizado, duplo-cego, controlado por placebo, para avaliar a eficácia e a segurança da substância em participantes ambulatoriais do sexo masculino com Covid-19 leve a moderada (Protocolo GT0918-US-3001)”.

A pesquisa será ministrada na Alemanha, Argentina, África do Sul, Ucrânia, México, Estados Unidos e no Brasil. Participarão dos testes 12 voluntários no estado de Roraima e 38 em São Paulo.

Fonte: Terra Brasil Notícias.

No vídeo abaixo, dOs Pingos nos is de ontem, temos mais informações:

Últimas notícias

Mais informações

Disclaimer: exceto quando explicitado na publicação, não temos nenhuma ligação com o conteúdo divulgado ou seuu(s) criador(es). É também interessante notar que, apesar do nome do site, nem todo conteúdo publicado aqui pode ser rotulado como "de direita" ou de algo que o valha. Pode ser simplesmente algo interessante e/ou edificante que mereça ser arquivado ou pra realizar um simples registro histórico. Saiba mais sobre o Direita.TV aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *