Defesa de Bolsonaro se pronuncia sobre suspensão da investigação de Queiroz

A defesa do senador eleito Flávio Bolsonaro se pronuncia, por meio de nota, sobre a suspensão da investigação do caso Queiroz, o que foi pedido ontem (16/01) pelo Ministério Público do Rio de Janeiro junto ao Superior Tribunal Federal (STF).

Os advogados alegaram que o procedimento estava sendo produzido de modo ilegal e que “ao ter acesso aos autos do procedimento, verificou ser o Senador objeto de investigação, o que atrai a competência ao STF – única autoridade competente para decidir sobre o foro adequado à continuidade das investigações em curso relativamente a ele”.

Segue a tal nota:

“A assessoria de Flávio Bolsonaro informa que sua defesa ajuizou Reclamação no Supremo Tribunal Federal em face do MP/RJ tendo em vista que, ao ter acesso aos autos do procedimento, verificou ser o Senador objeto de investigação, o que atrai a competência ao Supremo Tribunal Federal – única autoridade competente para decidir sobre o foro adequado à continuidade das investigações em curso relativamente a ele.

Ademais, a defesa apontou, na Reclamação, nulidades diversa, como a quebra dos sigilos bancário e fiscal do Senador, para fins de investigação criminal, sem autorização judicial.

Todos os requerimentos feitos limitaram-se à pessoa do Sr. Flávio Bolsonaro e aos procedimentos ilegais que foram tomados em relação a ee pelo MP/RJ, não implicando solicitação relativamente a nenhum terceiro.”

Veja mais

Deixe um comentário

Alguns posts relacionados

Newsletter

Assine a nossa newsletter e faça parte dos nossos assinantes!