Polícia Federal descobre lobby no STF

GD Star Rating
loading...

Polícia Federal descobre lobby no STF

Polícia Federal descobre lobby no STF. Segundo consta, Alexandre de Moraes, teria atuado de forma ilegal em um lobby junto a ministros da Corte, em 2015, para livrar um desembargador de processo.

O grampo sugere que Moraes agiu como uma espécie de advogado informal do desembargador Alexandre Victor de Carvalho. À época, o hoje ministro do STF era secretário de Segurança Pública do governo de São Paulo.

Nas conversas, Moraes trata com Carvalho sobre sua defesa e diz que vai conversar com ministros do Supremo sobre o caso do desembargador, alvo de um processo que poderia lhe custar o cargo por, supostamente, ter usado de sua influência para empregar parentes como funcionários fantasma em cargos públicos.

Os diálogos gravados pela PF são de novembro, mês em que a Segunda Turma da Corte julgaria o mérito do caso do desembargador. Em momentos da conversa, o então secretário de Segurança Pública fala sobre suas estratégias para livrar o desembargador, citando conversas que teria com ministros como com Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski, a quem ele pediria para “dar um toque” em Cármen Lúcia e no então ministro, falecido em 2017, Teori Zavascki. Onze dias depois da conversa, o caso foi julgado pela Segunda Turma do STF e arquivado.

De acordo com o que se tem falado, Moraes teria cometido ato ilegal pois “por lei, o exercício da advocacia é incompatível com a chefia de órgãos públicos, cabendo, em caso de descumprimento da regra, a abertura de procedimento disciplinar na OAB e de processo criminal por exercício irregular da profissão”.

Quem trouxe e comentou essa notícia para nós foi o Francisco Amado, editor da Revista Calibre, como você pode ver no vídeo.

Veja também

Adicionado em: 19 de dezembro de 2019

Visualizações: 6

Duração: 06:13

Categorias: Notícias

Tags:

Canal: Francisco Amado

GD Star Rating
loading...


Link:

Direita Realista no Telegram

Deixe um comentário

Alguns posts relacionados