Guilherme Freire – O problema da moda do Estoicismo

Guilherme Freire sobre o problema da moda do Estoicismo, ressaltando que esta filosofia não pode ser caracterizada como a tendência que alguns baladeiros adotaram. Discorre também se pode-se aliar o Estoicismo ao Cristianismo. Acesse aqui a descrição completa.


Descrição

Nesta live exibida originalmente em 24 de julho de 2023, Guilherme Freire comenta sobre o problema da moda do Estoicismo, não condenando esta filosofia em si, mas ressaltando que esta não pode ser caracterizada como uma tendência superficial que alguns baladeiros adotaram, mas sim pela prática das virtudes apreciadas por escola de pensamento helenística.

Segundo Freire, “vivemos na era do estoicismo de Internet. Quanta gente não lê meia dúzia de citações de Marco Aurélio e sai dizendo que se considera estoico? Repetir frases de efeito não é o mesmo que estudar a filosofia por trás de Cícero, Marco Aurélio ou Sêneca. Os grandes homens do passado também têm muito o que ensinar, mas é preciso acessar as fontes de seus pensamentos“.

Freire também discorre sobre até quanto pode-se aliar o Estoicismo ao Cristianismo, algo que, ao que parece, não seria muito complicado do ponto de vista teólogo filosófico.

Sobre Guilherme Freire, um professor, mestre, conferencista e palestrante em filosofia. Já foi Secretário Adjunto da Secretaria Nacional da Juventude do Governo Federal e atuou na Secretaria do Planejamento do Governo do Estado do Paraná. Dentre outras atividades, também foi diretor do canal Brasil Paralelo.

Conteúdo relacionado

Mais informações

Disclaimer: exceto quando explicitado na publicação, não temos nenhuma ligação com o conteúdo divulgado ou seuu(s) criador(es). É também interessante notar que, apesar do nome do site, nem todo conteúdo publicado aqui pode ser rotulado como "de direita" ou de algo que o valha. Pode ser simplesmente algo interessante e/ou edificante que mereça ser arquivado ou pra realizar um simples registro histórico. Saiba mais sobre o Direita.TV aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *