Vargas: fascista de estimação da esquerda brasileira

Um breve, mas muito bom resumo sobre Getúlio Vargas, o fascista de estimação da esquerda brasileira. O vídeo mostra que os autoproclamados antifascistas de hoje em dia tem grandes semelhanças com os fascistas originais. Acesse aqui a descrição completa.


Descrição

Esse vídeo do canal Visão Libertária faz um breve, mas muito bom resumo sobre Getúlio Vargas, o fascista de estimação da esquerda brasileira.

Citando fatos históricos diversos, o vídeo mostra como os autoproclamados antifascistas de hoje em dia tem grandes semelhanças com os fascistas originais.

Outro dia mesmo, o coroné Ciro Gomes resolveu ressuscitar a ladainha fascista, chamando Getúlio de “o maior presidente que o Brasil já teve”. A partir da declarada inspiração em Getúlio Vargas, o coroné certamente hoje representa um verdadeiro adversário à causa da liberdade.

Para melhor entendimento do assunto, relembremos alguns fatos da ditadura Vargas: Getúlio candidatou-se a Presidente da República em 1929. Perdendo e alegando fraude, Getúlio deu um golpe auxiliado pelos tenentes do exército. Ele foi designado chefe do governo provisório pela junta militar. Portanto, tudo começa com um ditador que não aceitou o resultado das urnas e usou do braço armado do estado, os militares, para a tomada do poder.

Já empoderado,Vargas foi o pai da CLT, a versão tupiniquim da Carta del Lavoro de Mussolini, por mais que esquerdistas chorem e digam que não.

É claro que a falta de saneamento básico no Brasil. É um problema grave, porém pouco se fala do verdadeiro culpado desse problema. Não se trata de falta de recursos ou dificuldades geográficas, mas é algo muito mais profundo e complexo: a interferência do estado na economia.

Veja também

Mais informações

Disclaimer: exceto quando explicitado na publicação, não temos nenhuma ligação com o conteúdo divulgado ou seuu(s) criador(es). É também interessante notar que, apesar do nome do site, nem todo conteúdo publicado aqui pode ser rotulado como "de direita" ou de algo que o valha. Pode ser simplesmente algo interessante e/ou edificante que mereça ser arquivado ou pra realizar um simples registro histórico. Saiba mais sobre o Direita.TV aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *