Disciplina é controlar o corpo através da alma

Este é um curto artigo do Peppard fruto de uma breve reflexão a respeito da importância da disciplina na vida humana, aproveitando-se do exemplo do bom desempenho dos atletas militares brasileiros nas Olimpíadas 2016, em relação aos seus patrícios civis.

O artigo, que foi publicado originalmente no seu blog pessoal Veritatis Impavida, não busca investigar se o alto desempenho destes atletas é fruto de algum programa de esportes dos milicos mas apenas faz o gancho com o assunto, visto que a disciplina é algo intrinsecamente ligado à vida militar.

O texto tampouco pretende ser qualquer tipo de apologia política às Forças Armadas.


Disciplina é controlar o corpo através da alma

O fato dos militares brasileiros, até o momento, terem ganhado a maioria das medalhas brasileiras das Olimpíadas de 2016 mostra a importância da disciplina na nossa vida.

Não quero entrar no mérito se os medalhistas já eram excelentes atletas quando foram recrutados pelos militares ou se foram os milicos que os formaram, mas sim usar o fato como exemplo de que nada que valha a pena é conseguido disciplina. Visto que ninguém, em seu bom estado mental, pode negar que disciplina está intimamente ligada às forças armadas, é uma boa oportunidade para falar sobre a importância do esforço, dedicação e autocontrole.

Não se trata apenas de superação, mas também abrir mão de várias indulgências que fazemos ao nosso corpo.

O nosso corpo é falho. O que ele pede não pode ser padrão para o que devemos fazer, senão iríamos dormir demais (ou de menos), sair batendo em qualquer um que dirija mal na nossa frente, comer além (ou aquém) da conta, nos envolver em situações extremamente complicadas (e até perigosas) por causa de sexo, virarmos alcoólatras, drogados etc. A lista é infindável e todo mundo tem o(s) seu(s) calcanhar(es) de Aquiles, em menor ou maior grau. Mas isso é outro assunto.

Não podemos dar tudo o nosso corpo quer. Isso, inevitavelmente, é a nossa ruína. Se quisermos ter sucesso não apenas nos esportes, mas em qualquer outro aspecto da nossa vida humana, temos que praticar o controle do nosso corpo pela nossa alma, algo que, infelizmente, foi esquecido pelos mais velhos e nunca aprendido pelos mais jovens, de modo geral.

Uma vida desregrada não combina com sucesso. Os medalhistas e outros verdadeiros grandes nomes do esporte são evidência disso, salvo raras exceções do passado em contextos que não existem mais. É, também, fato notório que muitos atletas de sucesso têm períodos de decadência quando sua vida parece mais descontrolada, seja por escândalos sexuais ou vícios de outros tipos.

A vida militar já não permite isso. A disciplina é constante em qualquer ramo, e sem isso, dificilmente conseguimos chegar ao topo ou mantermos por lá.

Vamos ter isso em mente e dar o melhor de si, a fim de alcançarmos os nossos objetivos.

No mais, parabéns aos medalhistas, sejam militares ou não. Espero que seu sucesso reflita em uma popularização dos esportes, que tanto fazem bem para o nosso corpo e mente, além do entretenimento que nos proporciona!

Comentário do Caio Martins sobre o artigo

Enviei o artigo para o Caio L. Martins, autor do livro Mudança de Posturas, que fez a gentileza de nos enviar o seguinte comentário que complementa o texto o colocando em um contexto psicológico:

“O autocontrole e a disciplina envolvem o fator que determina absolutamente tudo na vida de qualquer pessoa. Esse fator é o ego, que quer sempre nos impulsionar aos seus próprios interesses. Então, o autocontrole é a sua neutralização, que coloca os próprios desejos egoístas de lado para buscar objetivos mais elevados do que ele. Portanto, pessoas bem disciplinadas e equilibradas neste aspecto, neutralizam o próprio ego das necessidades mais fúteis de se superestimarem.”

Saiba Mais

  • Texto original – Reproduzido aqui com permissão
  • Fanpage do Caio L. Martins – O autor do livro Mudança de Posturas, que inspira pessoas que buscam motivações para reais mudanças em sua vida.

Deixe um comentário

Newsletter

Assine a nossa newsletter e faça parte dos nossos assinantes!