Yakov Smirnoff – O amor precisa de risadas

O comediante Isaac Smirnoff afirma que o amor precisa de risadas, argumentando que estas servem de métrica para identificar a saúde do seu relacionamento e dá uma rápida dica para corrigir essa falta de risadas.

Classificação: 0 / 5. Votos: 0.

Yakov Smirnoff – O amor precisa de risadas

Neste engraçado vídeo da Prager University, o comediante Isaac Smirnoff afirma que o amor precisa de risadas, argumentando que estas servem de métrica para identificar a saúde do seu relacionamento. Além disso, Smirnoff dá uma rápida dica para corrigir a falta de risadas neste aspecto da vida humana.

Este vídeo foi traduzido e legendado em português brasileiro pelos Tradutores de Direita, e esta versão PT-BR foi publicada em seu canal originalmente no dia 10 de novembro de 2019.

Transcrição do vídeo

“Cresci na antiga União Soviética. Meus pais e eu morávamos em um apartamento comunitário com outras nove famílias. Quando meus pais queriam ser românticos, eles
me mandavam olhar pela janela.

Um dia, meu pai disse: ‘Então, o que você viupela janela?’

Eu disse: ‘Nossos vizinhos sendo românticos’.

Ele disse: ‘Como você pode saber?’

Eu disse: ‘Porque o filho deles está olhando para mim’.

Meus pais riram.

Naquele momento, senti que estava na presença do amor. Quando criança, descobri que o riso deve ser a maneira como as pessoas comunicam umas às outras que estão felizes.

Você sabia que existem pesquisas reais sobre a relação entre riso e casamentos felizes?

Por mais de quatro décadas, o Dr. John Gottman, professor de psicologia na Universidade de Washington, estudou milhares de casais em relacionamentos bem-sucedidos e não tão bem-sucedidos. ‘Casais que riem juntos’, conclui, ‘duram juntos’.

É assim que funciona: primeiro fazemos um ao outro feliz e depois o riso nos garante que estamos no caminho certo.

O desaparecimento do riso pode ser a melhor maneira de saber se seu relacionamento saiu do rumo. Portanto, aqui está o que quero que você comece a fazer: preste atenção ao riso em seu relacionamento.

E não apenas qualquer risada – ouça os momentos em que vocês compartilham risadas. Se isso não está acontecendo todos os dias, é hora de fazer algo a respeito.

Deixe-me dar um exemplo da minha própria vida. Uma noite, eu estava colocando meu filho Alexander na cama. Ele estava irritado e chorando. Minha esposa me disse: ‘Vou te mostrar como colocar o bebê para dormir’.

Ela pegou Alexander de mim e o colocou no berço e colocou o berço em cima da secadora. Dois minutos depois, ele estava dormindo profundamente.

Eu disse: ‘Oh ótimo. Todas as outras crianças vão para a creche. Vou ter que deixá-lo na lavanderia. Ah, esse pacote? Sim, esse é meu’. Minha esposa não riu.

Como comediante, eu deveria ter percebido isso.

No meu show, se uma piada não dá risada, eu analiso o que deu errado. Talvez mude a configuração ou uma piada para trazer o riso de volta. Eu uso o riso como um medidor da felicidade do meu público.

Naquela época, eu não entendia que isso poderia ser aplicado também à minha vida pessoal. Se eu tivesse entendido que o riso é um indicador de felicidade, poderia ter salvado meu casamento.

Quando comecei a pesquisar a ciência da felicidade, aprendi que quando há uma conexão genuína entre as pessoas, o riso é a primeira coisa que acontece como confirmação de um relacionamento feliz.

A intimidade vem depois e aí as pessoas se casam e vão morar juntas. Quando as coisas não estão funcionando, o riso é a primeira coisa a desaparecer. A segunda coisa a ir é a intimidade. A terceira coisa é a sua casa.

Claro, casamentos e relacionamentos terminam por todos os tipos de razões. Mas, posso dizer com confiança, se você não está rindo, há problemas pela frente.

Então, como você recupera o riso se o perdeu?

Cada relacionamento é diferente, claro, mas há uma constante: para rir juntos, você precisa estar junto. E isso significa literalmente tempo juntos.

Você precisa começar tomando a decisão de que o tempo juntos é importante e não é negociável. Marque uma noite de encontro, faça uma aula de dança, uma aula de culinária.

Não importa o que você faça. Você apenas tem que fazer isso.

De acordo com o Bureau of Labor Statistics dos EUA, os casais americanos dormem em média 7,2 horas por dia, trabalham 8,5 horas por dia e assistem televisão 2,4 horas por dia. Então eles queriam saber quanto tempo temos intimidade um com o outro. Eles combinaram abraços, beijos, carícias e fazer amor. Era um minuto por dia.

Então, se você está fazendo isso por 20 minutos, está usando os minutos de outra pessoa… E eles não acumulam.

Acredito que se você entender a conexão entre felicidade e riso, estará muito à frente dessas estatísticas. Você terá uma chance melhor ou até melhor de ter um relacionamento feliz longo e duradouro.

Assim como o medidor de gasolina em seu carro permite que você saiba quanta gasolina você tem em seu tanque, o riso pode mostrar quanta felicidade você tem em seu relacionamento.

O objetivo é viver felizes para sempre o riso. E talvez fazer amor mais de um minuto por dia.

Sou Yakov Smirnoff da Prager University.”

Veja também


Adicionado em: 28 de dezembro de 2022

Visualizações: 11

Duração: 05:30

Categorias: Curtos, Humor

Marcadores: ,

Canal: Prager University

Publicado por: Equipe Direita Realista

Deixe um comentário