Jordan Peterson – Desenvolvimento do lado “psicopata”

Jordan Peterson fala sobre o desenvolvimento do lado "psicopata", ou lado "sombrio" da personalidade, como forma de defesa contra verdadeiros psicopatas, e sua importância. Vídeo legendado em português brasileiro. Acesse aqui a descrição completa.


Descrição

Neste trecho de sua palestra “2017 Maps of Meaning 11: The Flood and the Tower“, o acadêmico e psicanalista cínico canadense Dr.  Jordan B.  Peterson fala sobre a importância do desenvolvimento do lado “psicopata”, ou lado “sombrio” da personalidade, como forma de defesa contra os verdadeiros, clinicamente falando, psicopatas (incluindo, mas não limitando-se a burocratas estatais).

Notas da tradução

  • Queda – Nas religiões Abraâmicas, a Queda do Homem (ou simplesmente a Queda) refere-se à primeira transição humana de um estado de inocência e obediência a Deus para um estado de culpa e desobediência a Ele. Na crença original dessas religiões os primeiros seres humanos, Adão e Eva, viviam com Deus em um paraíso, mas foram enganadas ou tentados por outra criatura a comer frutos de uma árvore que Deus lhes tinha proibido comer. Quando o fizeram, sentem vergonha sobre sua nudez e são, consequentemente, expulsos do paraíso. A queda não é mencionada pelo nome na Bíblia ou no Alcorão, mas a história de rebeldia e de expulsão é recontada nas duas de maneiras diferentes. Em outras palavras, é o Pecado Original.
  • Mito de Hórus – Após derrotar Set, tornou-se o rei dos vivos no Egito. Perdeu um olho lutando com Set, que foi substituído por um amuleto de serpente, (que os faraós passaram a usar na frente das coroas), o olho de Hórus, anteriormente chamado de Olho de Rá, simbolizava o poder real e foi um dos amuletos mais usados no Egito em todas as épocas. Depois da recuperação, Hórus pôde organizar novos combates que o levaram à vitória decisiva sobre Set.
  • Carl Jung – Psiquiatra e psicoterapeuta suíço que fundou a psicologia analítica. Jung propôs e desenvolveu os conceitos de personalidade extrovertida e introvertida, arquétipo e inconsciente coletivo. Seu trabalho tem sido influente na psiquiatria, psicologia, ciência da religião, literatura e outras áreas. Jung criou alguns dos mais conhecidos conceitos psicológicos, incluindo o arquétipo, o inconsciente coletivo, o complexo, e a sincronicidade. A classificação tipológica de Myers Briggs (MBTI), um instrumento popular psicométrico, foi desenvolvido a partir de suas teorias.

P.S.: este vídeo foi legendado em português brasileiro por Wenjohn Lima e publicado originalmente pelo canal Jordan Peterson Legendado a 30 de novembro de 2018.

Conteúdo relacionado

Mais informações

Disclaimer: exceto quando explicitado na publicação, não temos nenhuma ligação com o conteúdo divulgado ou seuu(s) criador(es). É também interessante notar que, apesar do nome do site, nem todo conteúdo publicado aqui pode ser rotulado como "de direita" ou de algo que o valha. Pode ser simplesmente algo interessante e/ou edificante que mereça ser arquivado ou pra realizar um simples registro histórico. Saiba mais sobre o Direita.TV aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *