Gilmar manda soltar mais dois presos da Lava Jato

Publicado em 22 de agosto de 2019, às 13:28.

O ministro do STF Gilmar Mendes manda soltar dois presos da Lava Jato do Rio, e os pedidos de habeas corpus deles não tinham terminado de tramitar nas instâncias inferiores.

Júlio Cesar Pinto de Andrade e Paulo Cesar Haenel Pereira Barreto tinham sido presos por ordem do juiz da 7ª Vara Federal do Rio, Marcelo Bretas, mas serão soltos, embora tenham que pagar fiança de R$ 200 mil cada um e entregar os passaportes.

Júlio César foi preso em maio deste ano, apontado pelo MPF como braço de um esquema que, de acordo com os investigadores, criou um esquema onde contas de empresas fantasmas recebiam dinheiro lavado tanto em depósitos em cheques quanto por meio de quitação de boletos. O montante desses valores era transportado e tinha como destino final uma organização criminosa, fora da instituição bancária, da qual participavam doleiros. Paulo César, ex-executivo do Banco Paulista, “operava para terceiros, agindo como um agenciador, e realizou diversas operações de compra e venda de dólares com os doleiros”.

No vídeo abaixo, Felipe Moura Brasil, Augusto Nunes e José Maria Trindade falam sobre a soltura de mais dois presos da Lava Jato, ambas determinadas pelo ministro Gilmar Mendes, do STF:

Últimas notícias



Este post está arquivado em: Vídeos

Marcadores: ,

Classificação: 0 / 5. Votos: 0.

Deixe um comentário

Alguns posts relacionados

Newsletter

Assine a nossa newsletter e faça parte dos nossos assinantes!