Heróis da Bíblia – A História da Páscoa (Vídeo)

A História da Páscoa é um desenho animado parte da série Heróis da Bíblia que conta os acontecimentos desde a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém até a Ressurreição de Nosso Senhor, a Páscoa. Acesse aqui a descrição completa.


Descrição

A História da Páscoa é um desenho animado parte da série Heróis da Bíblia que conta, em forma de animação, os acontecimentos desde a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, data celebrada no Domingo de Ramos, até a Ressurreição de Nosso Senhor, a Páscoa.

Este desenho está aqui dublado em Português de Portugal.

Heróis da Bíblia (The Beginner’s Bible) é uma minissérie de desenhos animados produzida em 1996 pela Time Life Kids e pela Sony Wonder composta de 13 episódios que contam histórias bíblicas.

Um pouco sobre a Páscoa*

A primeira Páscoa aconteceu no Antigo Testamento (Êxodo 12), quando Deus mandou Moisés tirar o seu povo do Egito, pois estavam lá como escravos, pois Ele queria que eles voltassem a ser livres. Antes do povo hebreu partir, cada família deveria preparar em casa a última refeição antes da longa viagem que fariam pelo deserto. Prepararam um cordeiro assado, pães ázimos (sem fermento, para lembrar que saíram com pressa do Egito) e ervas amargas (para lembrar do sofrimento do povo no deserto, rumo à Terra Prometida). Todas as casas deveriam passar o sangue do cordeiro nos umbrais das portas, como sinal da submissão a Deus e também para preservar a vida. Esta Páscoa, para os hebreus, representou um tempo de esperança e libertação, a passagem pelo deserto para chegar em um lugar muito melhor para se viver preparado por Deus. Essa tradição foi mantida pelos hebreus ao longo dos anos e das gerações. O ritual era repetido para lembrar que Deus libertou e caminhou com o povo de Israel.

Antes da sua morte, Jesus celebrou a última Páscoa com seus discípulos (São Lucas XXII, 7-20), instituindo a Santa Ceia. Naquele momento, Jesus estava dizendo que se entregaria em nosso lugar para que vivêssemos com Ele. Nosso Senhor foi então crucificado, morto e sepultado, vindo a ressuscitar ao terceiro dia, num domingo. Tamanho sacrifício foi necessário para lavar a mancha de nossos pecados e para obtermos a vida eterna. Em outras palavras, como prova de Seu amor, Deus havia entregado seu Filho único para morrer na Cruz e libertar seu povo mais uma vez da escravidão, a escravidão do pecado. Este acontecimento extraordinário que transformou o mundo de forma radical e indelével é o que celebramos na Páscoa de Nosso Senhor.

Para os judeus, os descendentes dos hebreus, a Páscoa é a festa que comemora a saída dos hebreus do Egito, onde eram escravos. Embora sejam acontecimentos diferentes, tanto a Páscoa cristã como a judaica têm o mesmo sentido: a libertação.

*O texto acima foi retirado e adaptado da descrição do vídeo no site do Gloria.TV.

Mais Páscoa

Mais informações

Disclaimer: exceto quando explicitado na publicação, não temos nenhuma ligação com o conteúdo divulgado ou seuu(s) criador(es). É também interessante notar que, apesar do nome do site, nem todo conteúdo publicado aqui pode ser rotulado como "de direita" ou de algo que o valha. Pode ser simplesmente algo interessante e/ou edificante que mereça ser arquivado ou pra realizar um simples registro histórico. Saiba mais sobre o Direita.TV aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *