Governos grandes matam pequenos negócios

Carregando...
GD Star Rating
loading...

Governos grandes matam pequenos negócios

Este é um vídeo da Prager University que mostra como governos grandes matam os pequenos negócios. Trata-se de um assunto muitíssimo importante pois, apesar das pequenas empresas empregarem uma grande parcela da força de trabalho (mais de 57 milhões só nos EUA), os entraves estatais (impostos e regulamentações diversas) prejudicam gravemente os pequenos empreendimentos.

Ou seja, além de ser um gigantesco obstáculo ao crescimento econômico, esta dinâmica impede a geração de riqueza pelos pequenos empreendedores e a transferência desta para os seus trabalhadores, justamente quem mais precisa.

O vídeo usa o cenário americano como exemplo, mas serve perfeitamente para o ambiente econômico brasileiro, com poucas adaptações.

Nós ouvimos muito a respeito das grandes empresas na grande mídia, mas a pequena empresa é o verdadeiro motor da economia.

Os Estados Unidos é o lar de mais de 28 milhões de pequenas empresas que empregam 57 milhões de trabalhadores. E, quando você adiciona o número de proprietários e funcionários, temos uma comunidade de cerca de 85 milhões de americanos dependentes do sucesso das pequenas empresas, a maioria da força de trabalho do setor privado.

Os pequenos empresários são os mais importantes criadores de empregos da América: pequenas empresas dos EUA representaram quase dois terços dos novos postos de trabalho líquidos criados entre 1993 e 2013 – um total de 11,8 milhões de novas oportunidades de carreira. Em 2012, as pequenas empresas criaram mais de 2,1 milhões de novos empregos líquidos.

As pequenas empresas são as principais empregadoras do país, porque, muitas vezes, estão crescendo e procurando novos mercados para se expandirem. Para isso, elas precisam de funcionários adicionais ao longo do caminho. As grandes empresas, por outro lado, geralmente permanecem no mesmo tamanho, contratando novos funcionários para substituir os que se vão.

Infelizmente, impostos altos e regulamentações governamentais recentes em saúde, finanças e no mercado de trabalho prejudicam muito mais as pequenas empresas, impedindo-as de crescer e oferecer novas oportunidades de emprego à economia. Grandes empresas, com grandes lucros, podem se dar ao luxo de cumprir a burocracia de uma forma que as pequenas empresas não podem, o que é uma grande ferramenta do corporativismo, diga-se de passagem.

Como resultado, as pequenas empresas ainda não se recuperaram completamente da Grande Recessão, e isso é demonstrado pelo mercado de trabalho cronicamente fraco. Mais de 94 milhões de americanos não estão trabalhando ou procurando ativamente empregos. A taxa de participação da força de trabalho, o que mede a porcentagem de empregados e candidatos a emprego nos EUA, é inferior a 63%. Isto é o menor valor desde o final da década de 1970.

Para trazer as pequenas empresas de volta e fortalecer o mercado de trabalho, impostos e regulamentos que matam empregos devem ser extintos. Quem gera empregos deve ser incentivado a contratar mais funcionários, não forçados a reduzir oportunidades de carreira. Com 85 milhões de pessoas dependendo do sucesso das pequenas empresas, é fácil ver porque os pequenos negócios são muito grandes para deixá-los fracassarem.

O vídeo foi traduzido e legendado pelos Tradutores de Direita e publicado em seu canal no dia 10 de abril de 2017.

Saiba Mais

Deixe um comentário

Adicionado Em: 11 de abril de 2017

Visualizações: 18

Duração: 02:20

Categorias: Curtos

Tags: , , ,

Canal: Prager University

GD Star Rating
loading...

Este Link: