Ben Shapiro ensina 10 regras para debater com a esquerda (Vídeo)

Nessa palestra ministrada em 2017, Ben Shapiro ensina as suas famosas 10 regras para debater com a esquerda. Essas válidas desde uma discussão entre colegas até debates políticos televisionados. Acesse aqui a descrição completa.


Descrição

Numa palestra ministrada em março de 2017, Ben Shapiro ensinou as suas famosas 10 regras para debater com a esquerda. O vídeo foi traduzido e legendado ao português brasileiro pelos Tradutores de Direita.

Tendo ficado especialmente famoso após o massacre que perpetrou contra o (na época) badalado esquerdista Piers Morgan no programa do último na CNN, quando convidado para debater sobre o desarmamento, Shapiro ensina quais são as regras pelas quais se guia em um debate e esclarece quais são os objetivos de debater com um esquerdista.

Os Tradutores de Direita “acreditam ser muito importantes para a direita brasileira saber por que e como debater com esquerdistas. Visto que as técnicas usadas por eles são as mesmas nos EUA e aqui no Brasil, esse vídeo de Shapiro vira um manual para que os conservadores – que estão corretos, e precisam não se envergonhar disso – consigam mostrar aos outros a verdade, apesar da postura ridícula – embora eficaz, que os esquerdistas mantém em um debate“.

Os Tradutores também argumentam que “essas regras são válidas desde uma discussão entre colegas até debates políticos televisionados. Se a direita brasileira quer começar a vencer eleições, certamente deve passar a ter essas regras como instinto“.

Este vídeo, nesta versão PT-BR, foi publicada originalmente no canal dos Tradutores de Direita em 25 de maio de 2018.

Mais

Mais informações

Disclaimer: exceto quando explicitado na publicação, não temos nenhuma ligação com o conteúdo divulgado ou seuu(s) criador(es). É também interessante notar que, apesar do nome do site, nem todo conteúdo publicado aqui pode ser rotulado como "de direita" ou de algo que o valha. Pode ser simplesmente algo interessante e/ou edificante que mereça ser arquivado ou pra realizar um simples registro histórico. Saiba mais sobre o Direita.TV aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *