China e Coreia do Norte estariam espionando o telefone de Bolsonaro

Publicado em 31 de julho de 2020, às 08:48.

Segundo denúncia feita hoje (31/07) de madrugada, China e Coreia do Norte estariam espionando o telefone de Jair Bolsonaro.

Ainda de acordo com a denúncia, ministros do supremo tribunal federal estariam cientes disto, mas não notificaram o presidente, o que poderia, se verdadeiro, ser enquadrado como crime de prevaricação. Além disso, estariam envolvidos na suposta articulação também o advogado Kakay. Isso teria sido descoberto por uma empresa alemã, contratada por um funcionário do TSE.

O objetivo dessa trama seria caçar a chapa Bolsonaro-Mourão no TSE, com base nas alegadas escutas telefônicas. Os ministros que estariam a par da espionagem já teriam programado, inclusive, a saída deles e de suas famílias do Brasil, logo após a cassação no TSE.

A denúncia foi feita pelo jornalista Allan dos Santos, do Terça Livre, quem alegou que sair do Brasil protegeria a si e a sua família dos supostos interessados/envolvidos nesta espionagem. Ele é alvo do Supremo Tribunal Federal (STF) no inquérito inconstitucional das supostas fake news contra a Corte. “Hoje, eu estou fora do país, seguro”, informou em live organizada pela deputada federal Bia Kicis (PSL-DF).

Segue um clipe de um vídeo feito Allan dos Santos, já fora do país, sobre o assunto:

http://twitter.com/pulapirata11/status/1289051961422217218

São acusações sérias, mas Allan diz ter provas. Caso ele as apresente, atualizaremos aqui.

No vídeo abaixo, Allan dos Santos foi entrevistado pelo Os Pingos nos Is, sobre este assunto:

Últimas notícias



Este post está arquivado em: Notícias

Marcadores: , ,

Classificação: 0 / 5. Votos: 0.

Deixe um comentário

Alguns posts relacionados

Newsletter

Assine a nossa newsletter e faça parte dos nossos assinantes!