China e Coreia do Norte estariam espionando o telefone de Bolsonaro

Publicado em 31 de julho de 2020, às 08:48.

Segundo denúncia feita hoje (31/07) de madrugada, China e Coreia do Norte estariam espionando o telefone de Jair Bolsonaro.

Ainda de acordo com a denúncia, ministros do supremo tribunal federal estariam cientes disto, mas não notificaram o presidente, o que poderia, se verdadeiro, ser enquadrado como crime de prevaricação. Além disso, estariam envolvidos na suposta articulação também o advogado Kakay. Isso teria sido descoberto por uma empresa alemã, contratada por um funcionário do TSE.

O objetivo dessa trama seria caçar a chapa Bolsonaro-Mourão no TSE, com base nas alegadas escutas telefônicas. Os ministros que estariam a par da espionagem já teriam programado, inclusive, a saída deles e de suas famílias do Brasil, logo após a cassação no TSE.

A denúncia foi feita pelo jornalista Allan dos Santos, do Terça Livre, quem alegou que sair do Brasil protegeria a si e a sua família dos supostos interessados/envolvidos nesta espionagem. Ele é alvo do Supremo Tribunal Federal (STF) no inquérito inconstitucional das supostas fake news contra a Corte. “Hoje, eu estou fora do país, seguro”, informou em live organizada pela deputada federal Bia Kicis (PSL-DF).

Segue um clipe de um vídeo feito Allan dos Santos, já fora do país, sobre o assunto:

São acusações sérias, mas Allan diz ter provas. Caso ele as apresente, atualizaremos aqui.

No vídeo abaixo, Allan dos Santos foi entrevistado pelo Os Pingos nos Is, sobre este assunto:

Últimas notícias



Este post está arquivado em: Notícias

Marcadores: ,

Classificação: 0 / 5. Votos: 0.

Deixe um comentário

Alguns posts relacionados

Newsletter

Assine a nossa newsletter e faça parte dos nossos assinantes!