Filme cristão é sucesso de bilheteria (Vídeo)

Vídeo do ANCAPSU que nos apresentou um filme cristão que, mesmo tendo sido produzido com troco de pinga e absolutamente ignorado pela crítica, acabou sendo um grande sucesso de bilheteria: His Only Son. Acesse aqui a descrição completa.


Descrição

Este vídeo do canal Visão Libertária (da rede ANCAP.SU), nos apresentou um filme cristão que, mesmo tendo sido produzido com troco de pinga e absolutamente ignorado pela crítica, acabou sendo um grande sucesso de bilheteria: His Only Son.

Trata-se da leitura de um artigo sobre um filme com uma temática cristã, baseado em uma conhecida história bíblica (de Abraão e Isaque), que foi lançado nos cinemas fazendo um sucesso retumbante. O vídeo compara este lançamento atual com antigos épicos bíblicos, aqueles que o público formava enormes filas para assistir, enquanto críticos de cinema tecem elogios às suas qualidades técnicas e deixava até o Oscar de joelhos.

Infelizmente, não é mais assim, mas pelo menos o mercado recompensou um trabalho realizado de maneira heróica que, com um orçamento de US$ 250,000 (e financiado coletivamente), conseguiu arrecadar até o momento 12,2 milhões de dólares só nas bilheterias.

Sinopse

His Only Son conta a história do Antigo Testamento quando Abraão foi ordenado por Deus a sacrificar seu filho Isaque na montanha de Moriá. Ao viajar para o local do sacrifício, ao lado de Isaque e dois servos, Abraão é inundado por lembranças vívidas dos anos que ele e Sara passaram desejando o filho que lhes foi prometido. Por fim, pouco antes de Isaque ser sacrificado, um anjo impede Abraão e um carneiro é sacrificado em seu lugar

Conteúdo relacionado

Mais informações

Disclaimer: exceto quando explicitado na publicação, não temos nenhuma ligação com o conteúdo divulgado ou seuu(s) criador(es). É também interessante notar que, apesar do nome do site, nem todo conteúdo publicado aqui pode ser rotulado como "de direita" ou de algo que o valha. Pode ser simplesmente algo interessante e/ou edificante que mereça ser arquivado ou pra realizar um simples registro histórico. Saiba mais sobre o Direita.TV aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *