Mulher morre devido a queima de pneus em manifestação esquerdista

Ontem (17), uma mulher morreu devido a queima de pneus em manifestação em Belo Horizonte. Ela estava em um ônibus quando inalou a fumaça resultante de esquerdistas queimando borracha.

Edi Alves Guimarães (53 anos) estava a caminho do trabalho na Avenida Antônio Carlos, que estava fechada por socialistas com uma barricada durante um protesto na última sexta-feira (14). Ela passou mal, foi socorrida pela polícia e chegou a ser internada no CTI do Hospital Risoleta Neves, mas não resistiu. Ela teve duas paradas respiratórias dentro da viatura.

Edi morava em Santa Luzia e seguia de ônibus para Belo Horizonte, onde trabalhava. Ela morreu às 14h30 desta segunda-feira, de acordo com o hospital. Ela era mãe de oito filhos.

Atualização: Caio Coppola comenta o caso abaixo:

Últimas notícias

Deixe um comentário

Alguns posts relacionados

Newsletter

Assine a nossa newsletter e faça parte dos nossos assinantes!