O Natal do Charlie Brown

O Natal do Charlie Brown é o especial de Natal do Snoopy de 1965 que segue Charlie quando se indaga sobre o sentido materialista que as pessoas dão à data, com Lucy sugerindo-lhe que se torne o diretor de uma peça teatral. Acesse aqui a descrição completa.


Descrição

O Natal do Charlie Brown (nos EUA, A Charlie Brown Christmas; em Portugal, Feliz Natal, Charlie Brown) é o especial de Natal do Snoopy que segue Charlie Brown quando ele se indaga sobre o sentido materialista que as pessoas dão à data e se torna diretor de uma peça teatral por sugestão de Lucy.

Este filme curta-metragem animado natalino estreou na CBS em 9 de Dezembro de 1965 e é o 1° especial de Natal baseado nos quadrinhos Peanuts (Snoopy), de Charles M. Schulz. O desenho foi produzido por Lee Mendelson e dirigido por Bill Melendez e foi exibido no Brasil pelo SBT (anos 80) e pela Record (2008), além de ter sido veiculado em fitas VHS (anos 80) e mais recentemente em DVD. Estamos adicionando O Natal do Charlie Brown aqui para as crianças (ou toda a família) assistirem enquanto esperam o dia do Nascimento de Nosso Senhor. Não tem nenhum motivo político especial.

Encomendado e patrocinado pela The Coca-Cola Company nos anos 60, o Natal do Charlie Brown foi escrito ao longo de um período de várias semanas, com um orçamento apertado em apenas seis meses. No casting, os produtores seguiram uma rota nada convencional, contratando atores mirins. A trilha sonora do programa tampouco foi ortodoxa, apresentando jazz pelo pianista Vince Guaraldi. Outro desvio dos padrões da época foi a ausência de laughing tracks (aquelas risadinhas que aparecem em muitos programas de comédia televisivos). O tom, ritmo, música e animação do cartoon também levaram os produtores e a rede preverem que o projeto seria um desastre.

No entanto, o Natal do Charlie Brown recebeu altos índices e elogio da crítica, sendo depois homenageado com um Emmy e Peabody Award. O curta virou um programa anual, sendo exibido sempre na época de Natal. Sua trilha sonora de jazz e canções típicas natalinas também alcançou sucesso comercial, sendo lançada em 1965 e vendendo mais de quatro milhões de cópia nos EUA. Além disto, teve também versões teatrais do Natal do Charlie Brown. A rede ABC atualmente detém os direitos sobre o especial, transmitindo-o pelo menos duas vezes durante as semanas que antecedem o Natal.

Além disto tudo, parece que o Natal do Charlie Brown acabou inspirando vários outros especiais natalinos, lançando os padrões para os mesmos não só para TV, mas até para outras mídias como videogames.

Esta versão que temos disponível aqui é a MAGA dublada em português nos estúdios da TVS: Charlie Brown (Marcelo Gastaldi), Lino (Thelma Lúcia), Paty Pimentinha (Sandra Mara Azevedo), Isaura (Leda Figueiró), Lucy (Lúcia Helena) e Schroeder (Carlos Seidl). Infelizmente, esta versão foi deletada por algum motivo idiota, mas arrumamos uma em português de Portugal mesmo.

Sinopse

Quando Charlie Brown se indaga sobre o sentido materialista que as pessoas dão ao Natal, Lucy sugere que ele se torne o diretor de uma peça teatral. Charlie Brown aceita, mas o que deveria ser uma lição, acaba se tornando uma experiência frustrante. Agora, ele deverá pedir a ajuda de Linus para aprender o verdadeiro sentido desta data.

Mais Natal

Mais informações

Disclaimer: exceto quando explicitado na publicação, não temos nenhuma ligação com o conteúdo divulgado ou seuu(s) criador(es). É também interessante notar que, apesar do nome do site, nem todo conteúdo publicado aqui pode ser rotulado como "de direita" ou de algo que o valha. Pode ser simplesmente algo interessante e/ou edificante que mereça ser arquivado ou pra realizar um simples registro histórico. Saiba mais sobre o Direita.TV aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *