Olavo de Carvalho responde a 17 perguntas (Vídeo)

Olavo de Carvalho responde a 17 perguntas sobre assuntos variados. Acesse aqui a descrição completa.


Descrição

Olavo de Carvalho responde a 17 perguntas sobre assuntos variados, em uma espécie de entrevista que foi publicada em seu canal, no dia 7 de fevereiro de 2019.

As perguntas que foram feitas pelo filósofo brasileiro, neste vídeo, são:

  1. Como o senhor espera ser lembrado?
  2. O que assusta Olavo de Carvalho?
  3. Como o senhor definiria sua identidade política?
  4. Quem foi seu maior professor?
  5. Se pudesse, quem o senhor gostaria de excluir da história do Brasil?
  6. Quem deveria ser a principal referência do Brasil?
  7. Se houvesse uma única coisa a ser ensinada, o que o senhor gostaria que as pessoas aprendessem com o senhor?
  8. O que as pessoas não deveriam aprender com Olavo de Carvalho?
  9. Se o senhor tivesse o poder de escolher um único livro pra compor a grade curricular das escolas brasileiras, qual seria?
  10. E se o senhor tivesse o poder de banir um único livro da humanidade, qual escolheria?
  11. Qual é a figura mais respeitável da esquerda brasileira?
  12. Quem é a figura mais detestável da direita brasileira?
  13. O que a esquerda deveria aprender com a direita?
  14. O que a direita deveria aprender com a esquerda?
  15. Há algum risco da direita brasileira ser guiada por um fanatismo cego e imprudente, perdendo o ceticismo com a concentração de poder?
  16. O que dizer àqueles que afirmam que Olavo de Carvalho é o maior intelectual brasileiro vivo?
  17. O que dizer para quem diz que Olavo não passa de um velho conspiracionista?

Veja também

Mais informações

Disclaimer: exceto quando explicitado na publicação, não temos nenhuma ligação com o conteúdo divulgado ou seuu(s) criador(es). É também interessante notar que, apesar do nome do site, nem todo conteúdo publicado aqui pode ser rotulado como "de direita" ou de algo que o valha. Pode ser simplesmente algo interessante e/ou edificante que mereça ser arquivado ou pra realizar um simples registro histórico. Saiba mais sobre o Direita.TV aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *