Roger Scruton – Reconquista da beleza

Roger Scruton fala sobre a importância da reconquista na arte e em nossas vidas e da beleza, ressaltando que altas doses de desejo pelo feio e desvios de conduta deploráveis e chocantes levam a uma vida vazia de sentido. Acesse aqui a descrição completa.


Descrição

Neste vídeo, o escritor e filósofo britânico Roger Scruton fala sobre a beleza e a importância de sua reconquista na arte e em nossas vidas.

Scruton discorre acerca da importância da beleza, ressaltando que altas doses de desejo pelo feio e desvios de conduta deploráveis e chocantes levam a uma vida vazia de sentido. E quando o objetivo do indivíduo é simplesmente tornar-se o criador, ignorando tudo de belo que já foi criado, sentimos que algo está ausente nesta busca sem sentido.

Professor visitante em Oxford e professor da University of St. Andrews, Roger Scruton escreveu mais de quarenta obras a respeito de estética, arte e beleza. Ele também publicou três romances, uma coleção de histórias curtas e duas óperas.

O vídeo foi traduzido e legendado pelos Tradutores de Direita e publicado no seu canal ao dia 24 de janeiro de 2017.

O trecho abaixo foi retirado e adaptado do canal deles:

“Num momento em que a esquerda busca a todo custo afirmar que pichação é algo positivo e que isso deve ser aceito por todos os cidadãos da cidade de São Paulo, remeter a Scruton, que sempre traz lições importantíssimas a cerca deste assunto, é inevitável.

Primeiramente, debater com a esquerda sobre se o ‘picho’ é ou não algo que deva ser aceito pela sociedade já é pedir para perder logo de início. As pichações e grafites, antes de tudo, quando feitos em propriedades privadas sem autorização do dono, já caracterizam agressão. O sujeito pode ser um artista excelente, até mesmo melhor que Van Gogh ou Da Vinci, mas isso não o da direito de tomar decisões sobre a propriedade alheia.

Menos importante, porém interessante, é o ataque esquerdista covarde contra o atual prefeito de São Paulo, João Dória, que está implementando seu programa, ‘Cidade Limpa’. O Cidade Limpa tem como objetivo deixar a cidade livre de todos os ilegítimos rabiscos realizados por estes marginais. Dória, exercendo o cargo pelo qual foi democraticamente eleito, é chamado de ‘higienista’, ‘playboy’ e outros adjetivos usados a exaustão pela esquerda para intimidar seus adversários, para não precisar de debater nem nada.

Não é necessário um apoio ao João Dória nem a qualquer órgão estatal, mas é prioritário defender a propriedade privada destes ataques, além de frisar o que é realmente é belo nas artes.”

Mais

Mais informações

Disclaimer: exceto quando explicitado na publicação, não temos nenhuma ligação com o conteúdo divulgado ou seuu(s) criador(es). É também interessante notar que, apesar do nome do site, nem todo conteúdo publicado aqui pode ser rotulado como "de direita" ou de algo que o valha. Pode ser simplesmente algo interessante e/ou edificante que mereça ser arquivado ou pra realizar um simples registro histórico. Saiba mais sobre o Direita.TV aqui.

2 thoughts to “Roger Scruton – Reconquista da beleza”

  1. Estranho propagar um vídeo de que numa época o Dória era elogiado pela direita, , aliás grafite é diferente de pichação, foi o que o Dória fez naquela época, não misture as coisas!

    1. 1) este vídeo foi adicionado aqui em janeiro de 2017.
      2) o vídeo, o que é o importante da publicação, foi recuperado recentemente (o canal dos Tradutores de Direita foi apagado) e não menciona esse pivete nem um momento sequer. Roger Scruton nem sabia, e provavelmente nunca soube, da existência desse sujeito.
      3) o texto (o que aparentemente vc não consegue diferenciar de vídeo) nem é nosso, é o que estava na descrição do vídeo original dos Tradutores De Direita antes do canal deles ser apagado. E isso está bem claro na descrição.
      4) quanto a grafite e pichação, ninguém tem o direito de sair desenhando o que quer que seja na porta da casa dos outros sem autorização dos donos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *