Bolsonaro demite presidente da Embratur por jantar de 290 mil reais

Bolsonaro demite presidente da Embratur, Teté Bezerra, por ter dado um jantar de 290 mil reais com dinheiro público.

Em uma de suas lives semanais, o presidente afirmou que “isso é um escracho, um deboche para com o brasileiro, que está cansado de pagar imposto, está cansado de quase que ser extorquido e não ter na ponta da linha uma prestação de serviço“. Bolsonaro disse que foi ele próprio quem mandou exonerá-la do cargo, após tomar conhecimento sobre o tal jantar.

Bezerra entregou, nesta quinta-feira (28), sua carta de demissão ao ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

O chefe do Executivo afirmou:

Chegou ao meu conhecimento que na semana que vem, olha só você, brasileiro, a Embratur, a sua presidente, está patrocinando um jantar. Então, a Embratur patrocinando um jantar. Eu acho que o Alceu Valença, se não me engano, ia cantar no jantar, certo? Preço do jantar: R$ 290 mil. Você ia pagar a conta. (…) O que nós fizemos, no dia de ontem mesmo? Entramos em contato com o ministro do Turismo, falei para ele simplesmente cancelar o jantar e também, tendo em vista o tamanho do descalabro aqui, que cancelasse também a função ali da responsável pela Embratur. Então, ela foi exonerada no dia de hoje e também página virada. (…) Isso é um escracho, um deboche para com o brasileiro, que está cansado de pagar imposto, está cansado de ser extorquido e não ter na ponta da linha uma prestação de serviço.

A live na íntegra se encontra logo abaixo:

Veja também

Deixe um comentário

Alguns posts relacionados

Newsletter

Assine a nossa newsletter e faça parte dos nossos assinantes!