Será que as celebridades que apoiaram o regime socialista venezuelano estariam agora envergonhadas?

Será que as celebridades que apoiaram o regime socialista venezuelano estariam agora envergonhadas? Será que tipos como Michael Moore, Noam Chomsky ou Danny Glover estariam revendo suas posições? Acesse aqui a descrição completa.


Descrição

Será que as celebridades que apoiaram o regime socialista venezuelano estariam agora envergonhadas? Será que tipos como Michael Moore, Noam Chomsky, Naomi Campbell ou Danny Glover, que exaltaram tanto o governo do comunista Hugo Chávez na época, revendo suas posições depois que toda a miséria e tirania foram à tona?

Depois que toda a “hype” a respeito do ditador Hugo Chávez e seu governo esquerdista na Venezuela,  algo que tanto entusiasmou celebridades e outras pessoas desqualificadas para opinar sobre política, desapareceu, a verdade sobre toda a brutalidade deste regime ficou evidente para o mundo todo. Independente do que alguns socialistas românticos ainda dizem, é impossível esconder agora que os venezuelanos estão comendo lixo como cães abandonados, sendo abatidos a tiros como pragas e encarcerados como os piores molestadores. Alguns ainda conseguem fugir para os países vizinhos, mas deixam para trás tudo o que lhes é familiar e são forçados a recomeçar, sob muitos aspectos, do zero.

A Venezuela, outrora rica e vibrante, agoniza sob o jugo do ditador Nicolás Maduro, quem está dando continuidade às políticas socialistas do finado Chávez, e não está dando sinal de melhoras. Será que atores famosos e outras personagens célebres da grande mídia admitiram seu erro ou, ao menos, ficaram embaraçados pelo seu apoio incondicional e público ao regime comunista venezuelano?

Esta é a pergunta que John Stossel, colunista e escritor americano, faz e tenta responder neste vídeo que foi traduzido e legendado em português pelos Tradutores de Direita.

Mais

Mais informações

Disclaimer: exceto quando explicitado na publicação, não temos nenhuma ligação com o conteúdo divulgado ou seuu(s) criador(es). É também interessante notar que, apesar do nome do site, nem todo conteúdo publicado aqui pode ser rotulado como "de direita" ou de algo que o valha. Pode ser simplesmente algo interessante e/ou edificante que mereça ser arquivado ou pra realizar um simples registro histórico. Saiba mais sobre o Direita.TV aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *