Governadores tramam taxar games para compensar má gestão

Em reunião que aconteceu nesta semana (8), governadores tramam taxar games. Segundo Wilson Witzel, quem está contra a proposta, o problema é de má gestão dos estados, e tais impostos seriam ineficientes em obter resultados positivos.

A ideia foi discutida durante o Fórum de Governadores, realizado em Brasília. Estima-se preliminarmente que seria possível arrecadar até R$ 18 bilhões com a medida, caso seja adotada.

A proposta foi apresentada pelo governador do Piauí, Wellington Dias, e foi bem avaliada pelo governador de São Paulo, João Doria, com a desculpa que os fundos seriam usados para investir em segurança pública.

Entretanto, Witzel, governador do RJ, vê a ideia com cautela:

“Isso entrou em discussão. Nós já gastamos demais com segurança. Se continuarmos discutindo as mesmas coisas, nós vamos continuar colocando mais dinheiro na segurança pública e não vamos obter resultado. O problema é de gestão. É preciso fazer maior integração das políticas, melhorar a qualidade da investigação, criar varas especializadas como estamos criando no Rio de Janeiro. Tudo isso vai dar mais efetividade. Não adianta querer gastar mais dinheiro em cima de algo que está ruim.”

No vídeo abaixo, do canal Gaming Room, comenta-se a proposta de cobrar ainda mais impostos da população:

Últimas notícias

Deixe um comentário

Alguns posts relacionados

Newsletter

Assine a nossa newsletter e faça parte dos nossos assinantes!