Parlamentares podem estar envolvidos com invasões de terras e assassinatos

GD Star Rating
loading...

Parlamentares podem estar envolvidos com invasões de terras e assassinatos

Segundo depoimentos prestados na CPI da Funai e Incra, parlamentares poderiam estar envolvidos com invasões de terras e, depois do caso do agricultor morto a pauladas após depor contra a deputada Erika Kokay (PT), até com assassinatos.

Uma semana depois que o agricultor Gilmar Borges depôs na CPI e denunciou nominalmente Kokay de tê-lo pressionado para que deixasse a propriedade rural da qual era arrendatário há mais de 20 anos. Entretanto, ele foi surpreendido em sua fazenda por golpes de pauladas que o levaram a morte. Gilmar era arrendatário de 247 hectares no Gama (DF) e teve suas terras invadidas, o que deu início aos transtornos em sua vida, até ser assassinado.

Em seu depoimento prestado na CPI, Gilmar afirmou categoricamente que a deputada dirigia-se aos órgãos e utilizava o tráfico de influência no sentido de pressioná-lo para que cedesse parte da propriedade para o MST.

O crime aconteceu em agosto e até hoje a polícia não conseguiu chegar aos criminosos.

Erika Kokay nega que tenha feito qualquer tipo de pressão.

A CPI da Funai e do Incra termina sem apurar denúncias.

Últimas notícias

Adicionado em: 8 de outubro de 2019

Visualizações: 20

Duração: 05:00

Categorias: Notícias

Tags:

Canal: Bandeirantes

GD Star Rating
loading...


Link:

Direita Realista no Telegram

Deixe um comentário

Alguns posts relacionados