Tragédia no Reino Unido: policial estupra e mata mulher por não estar seguindo regras sanitárias

Peter Turguniev, do ANCAPSU, explica e comenta uma tragédia que ocorreu no Reino Unido: policial estupra e mata mulher por não estar seguindo regras sanitárias impostas com a desculpa de combater a Peste Chinesa.

Classificação: 5 / 5. Votos: 1.

Tragédia no Reino Unido: policial estupra e mata mulher por não estar seguindo regras sanitárias

Neste vídeo, o Peter Turguniev, do ANCAP.SU, explica e comenta a tragédia que ocorreu no Reino Unido: policial estupra e mata mulher por não estar seguindo regras sanitárias impostas com a desculpa de combater a Peste Chinesa.

O Peter faz uma leitura de um artigo da BBC que conta como um policial planejou estupro e morte de Sarah Everard, uma executiva de marketing de 33 anos, num caso escabroso que chocou os britânicos.

Segundo a notícia, Sarah estava voltando da casa de um amigo em Clapham, um bairro de classe média no sul de Londres, por volta das 21h30 (17h30 de Brasília) no dia 3 de março, quando foi sequestrada pelo policial Wayne Couzens.

Durante a audiência, foi revelado como Couzens usou o conhecimento que adquiriu trabalhando nas patrulhas da COVID-19 em janeiro e seu distintivo policial para enganar sua vítima sob o pretexto de uma prisão por violação das regras do vírus chinês.

Também consta que a escolha da vítima foi aleatória, mas o ataque foi planejado e premeditado.

O policial de 48 anos, que atuava na profissão desde 2002, algemou Sarah antes de colocá-la no carro e ir embora. O sequestro foi testemunhado por um casal que passava de carro — mas eles acreditavam ter visto um policial disfarçado realizando uma prisão legítima, por isso não intervieram.

Todo o sequestro demorou menos de cinco minutos, e a vítima foi levada para uma remota área rural próxima e foi estuprada e assassinada com o cinto da polícia do criminoso.

Segundo o juiz Adrian Sulford, o policial havia “planejado há muito tempo um ataque sexual violento a uma vítima ainda a ser selecionada”, que ele pretendia coagir sob sua custódia. Wayne Couzens foi condenado à prisão perpétua pelo assassinato de Sarah.

Veja também

Adicionado em: 28 de outubro de 2021

Visualizações: 145

Duração: 04:51

Categorias: Notícias

Marcadores: ,

Canal: ANCAP.SU

Publicado por: Equipe Direita Realista


Link:

Deixe um comentário

Alguns posts relacionados