O Senhor dos Anéis e a polêmica que fez sucesso (Vídeo)

Vídeo do ANCAPSU sobre O Senhor dos Anéis e como uma polêmica relacionada a direito autoral gerou o fenômeno cultural moderno de maior sucesso: esta clássica obra de Tolkien. Acesse aqui a descrição completa.


Descrição

Este vídeo do canal Visão Libertária, da rede ANCAP.SU, fala um pouco sobre O Senhor dos Anéis e como uma polêmica relacionada a direito autoral gerou o fenômeno cultural moderno de maior sucesso.

Trata-se da leitura de um artigo que argumenta que não existe pessoa que hoje não conheça a história de O Senhor dos Anéis, obra clássica de fantasia escrita por J. R. R. Tolkien lançada em 1954. Não apenas os livros se tornaram extremamente populares, mas filmes, seriados, quadrinhos e até jogos baseados na obra são imensamente populares em todo o mundo.

Mais que isso: boa parte da literatura de fantasia moderna adotou os arquétipos dos personagens descritos na obra: elfos, anões, orcs, feiticeiros. Não apenas em livros, também inúmeros outros jogos e filmes e seriados adotam tais criaturas como base de um mundo mágico. Além disso, Tolkien foi pioneiro em criar línguas em sua obra, com várias frases e poemas escritos em elfico, uma língua criada por ele. Esse mesmo recurso novamente se expandiu para vários outros produtos culturais, como a língua Klingon em Jornada nas Estrelas e a língua Dothraki em Game of Thrones.

Tolkien com certeza foi um gênio, e a qualidade da sua obra, por óbvio, era mais que suficiente para gerar todo o impacto que gerou no mundo. Alguém poderia imaginar que o prolífico escritor lançou a obra e ela imediatamente fez um sucesso enorme. Mas não foi bem assim, e é isso o assunto principal deste vídeo, que argumenta que as leis de direitos autorais são extremamente perniciosas à produção intelectual, ao contrário do que os proponentes destas afirmam.

Conteúdo relacionado

Mais informações

Disclaimer: exceto quando explicitado na publicação, não temos nenhuma ligação com o conteúdo divulgado ou seuu(s) criador(es). É também interessante notar que, apesar do nome do site, nem todo conteúdo publicado aqui pode ser rotulado como "de direita" ou de algo que o valha. Pode ser simplesmente algo interessante e/ou edificante que mereça ser arquivado ou pra realizar um simples registro histórico. Saiba mais sobre o Direita.TV aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *