Jordan Peterson – O sentido da vida para os homens

Jordan Peterson disserta sobre o sentido da vida para os homens, comentando a respeito da dicotomia direitos vs. responsabilidades, e como a falta de uma discussão séria acerca destes temas tem impactado a vida dos homens. Clique aqui para a descrição completa.


Descrição

Neste trecho de alguma de suas aulas e/ou palestras, o acadêmico e psicólogo canadense Dr. Jordan B. Peterson disserta sobre qual seria o sentido da vida para os homens, comentando a respeito da dicotomia direitos vs. responsabilidades, e como a falta de uma discussão séria acerca destes temas tem impactado a vida dos homens.

Este vídeo foi traduzido e legendado em português brasileiro pelo canal Jordan Peterson Legendado e publicado, nesta versão PT-BR, em 19 de abril de 2018.

Notas do tradutor

  1. Future Authoring Program: programa iniciado pelo Dr. Jordan Peterson, voltado principalmente para jovens, que busca oferecer-lhes um melhor entendimento sobre suas personalidades, sobre seus pontos fortes e fracos, bem como identificar objetivos de vida.
  2. Mohawk College: universidade constituída da fusão entre o Hamilton Institute of Technology e o Provincial Institute of Textiles, ambas no Canadá.
  3. Agradabilidade: no contexto dos Big Five, os cinco grande aspectos da personalidade, agradabilidade é a tendência para ser compassivo e cooperante em vez de suspeitoso e antagonista face aos outros. Este traço reflete diferenças individuais na preocupação com a harmonia social. Indivíduos “amáveis” valorizam a boa relação com os outros. São geralmente respeitosos, amigáveis, generosos, prestáveis e dispostos a fazer compromissos. Pessoas “amigáveis” têm também uma visão otimista da natureza humana. Acreditam que as pessoas são basicamente honestas, decentes e dignas de confiança. Indivíduos “não-amigáveis” põem o interesse próprio acima da boa relação com os outros. Normalmente não se preocupam com o bem-estar dos outros, e por vezes o seu ceticismo acerca dos motivos dos outros fá-los ser desconfiados e pouco cooperativos.
  4. Ilha dos Prazeres: no filme Pinóquio, da Disney, é um parque de diversões amaldiçoado, aonde, na companhia dos garotos perdidos, Pinóquio vai quando ele decide matar aula. Nesta ilha, Pinóquio e os outros garotos bebem, fumam, jogam sinuca e procrastinam. Porém, pouco a pouco eles vão se transformando em burros.

Conteúdo relacionado

Mais informações

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *