Injectar crianças: Dra. Clare Craig revela como os dados foram pervertidos

Dra. Clare Craig revela como os dados relativos às injeções em crianças foram pervertidos. Segundo a médica, ensaios clínicos relativos à vacina para as crianças não correram bem.

Publicado em 27 de junho de 2022, às 10:53, por: Mats.

Injectar crianças: Dra. Clare Craig revela como os dados foram pervertidosDe acordo com uma médica (via Fox News), ensaios clínicos relativos à vacina para as crianças não correram bem. No entanto, isto não impediu o CDC de recomendar a injecção.

  1. Não houve casos de doença grave COVID nem entre as crianças injectadas nem no grupo placebo.
  2. No total, houve mais hospitalizações (não-especificadas) no grupo dos vacinados. Das 7 crianças que precisaram de assistência hospitalar, 6 pertenciam ao grupo das crianças vacinadas, 1 pertencia ao grupo placebo.
  3. As injecções foram associadas a um aumento de risco de contrair Peste Chinesa na ordem dos 370%.

Estas informações levam a crer que tanto a injecção da Pfizer como a da Moderna são perigosas, inversamente eficazes (isto é, aumentariam as probabilidades de contrair o vírus) e desnecessárias. Obviamente, o CDC recomenda-a.

Neste vídeo de 4 minutos, a Dra. Clare Craig, médica patologista de diagnóstico e co-presidente do grupo HART, explica o ensaio clínico que foi usado para justificar a vacinação de nossas crianças. Ela ficou horrorizada:

A seguir, temos um vídeo aleatório do nosso canal:

Últimas notícias



Este post está arquivado em: Notícias

Marcadores:

Publicado por: Mats

Classificação: 0 / 5. Votos: 0.

Deixe um comentário

Alguns posts relacionados