Homens-bomba matam mais de 200 pessoas em igrejas e hotéis no Sri Lanka

Homens-bomba matam mais de 200 pessoas e deixam mais de 500 feridos em igrejas e hotéis no Sri Lanka, neste domingo Domingo de Páscoa (21/04). Americanos, ingleses e holandeses estavam entre as pessoas assassinadas neste ataque anticristão.

Dentre outros locais, terroristas detonaram bombas nas igrejas de St. Anthony’s Church, em Kochchikade; Colombo Zion Church, em Batticaloa; e St. Sebastian’s Church, em Negombo.

Ao menos 8 bombas colocadas em hotéis e igrejas do país foram detonadas quase simultaneamente, o que leva a crer que os ataques ocorreram de forma coordenada, como também afirma a polícia local. O chefe de polícia do país alertou sobre uma trama extremista islâmica para atacar “igrejas proeminentes” apenas 10 dias antes, mas nenhum grupo assumiu a responsabilidade pelo ataque até agora.

A rede BBC informou que o governo disse que a maioria das explosões foi provocada por terroristas suicidas. Em resposta aos ataques, o governo impôs toque de recolher em toda a ilha, com início às 18h (horário local) até as 6h do dia seguinte. O governo determinou ainda um bloqueio temporário às redes sociais para impedir a difusão “de informações incorretas”. Oito suspeitos foram presos.

Mais informações: Suicide bombers kill more than 207 people and hurt 500 in ‘targeted attack on Christians’ on Easter Sunday in Sri Lanka: Americans, British and Dutch among the dead in eight blasts at churches and five-star hotels

Atualização: Oficial da inteligência afirma que o alvo no Sri Lanka era claramente católico

Atualização 2: Número de mortos nos ataques do Sri Lanka sobe para 290

Atualização 3: Estado Islâmico assume responsabilidade por atentado no Sri Lanka

Veja também

Deixe um comentário

Alguns posts relacionados

Newsletter

Assine a nossa newsletter e faça parte dos nossos assinantes!