Jovem teve 60% do corpo queimado pela ex-namorada, por não aceitar o fim do relacionamento

Publicado em 24 de janeiro de 2020, às 12:49.

Jovem de apenas 20 anos teve 60% do corpo queimado, com graves feridas de segundo e terceiro grau, pela ex-namorada, por não aceitar o fim do relacionamento.

O motoboy Daniel Jean Rocha Claudino foi incendiado na manhã da última quarta-feira (15) em frente à casa do rapaz, no Cachambi, na Zona Norte do Rio. Segundo testemunhos, foi a ex-namorada do jovem que cometeu este crime hediondo, causando queimaduras profundas no corpo da vítima.

“Ele começou a pegar fogo na rua, estava só de bermuda e o short ficou na rua. Pegaram um lençol para abafar o fogo e o socorreram”, conta a tia de Daniel, a artesã Andrea dos Santos Rocha, 49.

A tia também relata que este relacionamento foi marcado por muito ciúme: “ela é uma menina desequilibrada, com uma família desestruturada, e muito ciumenta. As meninas ficam muito em cima dele, fazendo com que o ciúme só aumente”. “Depois que as brigas começaram a gente vivia falando para ela deixar esse namoro de lado porque não estava dando certo, mas ela não aceitava”.

O crime contra o motoboy esta sendo investigado pela 23ª DP (Méier). A Polícia Civil informou que aguarda a melhora no quadro de saúde do jovem para que ele possa ser ouvido pelos agentes.

No dia 19, a irmã de Daniel publicou um tweet onde pedia ajuda para transferir a vítima para um hospital adequado para queimadura. Nos comentários, feministas apareceram para culpabilizar a vítima deste horrendo crime ou relativizar o ocorrido, pelo simples fato dele ser homem:

De qualquer maneira, Daniel passou por uma cirurgia e a família conseguiu através da Justiça a transferência dele para o Hospital Souza Aguiar, no Centro. Esperamos que fique bem.

Outras notícias policiais



Este post está arquivado em: Notícias

Marcadores: , ,

Classificação: 0 / 5. Votos: 0.

Deixe um comentário

Alguns posts relacionados

Newsletter

Assine a nossa newsletter e faça parte dos nossos assinantes!