Meireles virou Haddad (Vídeo)

Peter Turguniev (ANCAPSU) comenta como que os isentões queriam o Henrique Meireles na economia, mas esse Meireles virou foi um Fernando Haddad nos chifres (pra não falar em outro canto). Faz um L aí. Acesse aqui a descrição completa.


Descrição

Neste vídeo, o Peter Turguniev, do canal ANCAP.SU, comenta como que a expectativa dos isentões de terem um Henrique Meireles na economia virou foi um Fernando Haddad.

No decorrer do vídeo, Peter corre o olho em notícias que afirmam que o mercado financeiro esperava de Lula nome “moderado e político” para comandar a economia, mas vai ter que ficar com o pior prefeito da história nos chifres (pra não falar em outro canto da anatomia humana) mesmo.

Ele também explica por que o Lula ficou enrolando para anunciar como iria ser seu ministério, e que só esta indefinição já serviu para provocar estragos no mercado. Pra completar a desgraça, tem também a possibilidade de Guido Mantega, ministro do governo Dilma durante o período em que essa pessoa quebrou o Brasil, pode ser convidado para integrar área econômica.

O “gabinete dos sonhos do PT” pode ainda incluir Guilherme Boulos, Janja, João Pedro Stédile (MST), Simone Tebet, Flávio Dino e outros tipos.

O Peter ainda comenta notícias a respeito da gastança desenfreada que o PT pode promover, começando pela retomada do programa “Mais Médicos”, o qual ele categoriza como escravidão, e R$ extras na saúde. Tem também o isolamento de Juan Guaidó na Venezuela, diante do atual estado de coisas.

Mas é aquela coisa, né? Faz um L aí.

Mais notícias

Mais informações

Disclaimer: exceto quando explicitado na publicação, não temos nenhuma ligação com o conteúdo divulgado ou seuu(s) criador(es). É também interessante notar que, apesar do nome do site, nem todo conteúdo publicado aqui pode ser rotulado como "de direita" ou de algo que o valha. Pode ser simplesmente algo interessante e/ou edificante que mereça ser arquivado ou pra realizar um simples registro histórico. Saiba mais sobre o Direita.TV aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *