Segundo milagre por intercessão de Irmã Dulce foi reconhecido e religiosa será canonizada

Segundo milagre por intercessão de Irmã Dulce foi reconhecido e a religiosa será canonizada. Conhecida como Dulce dos Pobres, a bem-aventurada dedicou sua vida a ajudar os mais necessitados, especialmente em sua terra natal, Salvador (BA).

A confirmação da futura canonização foi dada hoje (14) de manhã pelo Vaticano, com Sua Santidade Papa Francisco aprovando os decretos ontem (13) que reconhecem os milagres que permitirão a canonização das beatas Giuseppina Vannini, fundadora das Filhas de São Camilo, nascida em Roma em 7 de julho de 1859 e falecida na capital italiana em 23 de fevereiro de 1911; e Dulce Lopes Pontes, religiosa da Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, a Beata Irmã Dulce nasceu em Salvador em 26 de maio de 1914 e ali faleceu em 22 de maio de 1992.

Ainda menina, a pequena Maria Rita de Souza Brito Lopes Pontes, o nome de batismo de Dulce, já demonstrava seu interesse pela vida religiosa. Aos 13 anos, começou a atender os doentes e carentes na porta de sua casa, a qual passou a ser conhecida como “A Portaria de São Francisco”.

Em fevereiro de 1933, ingressou na Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, em Sergipe, e recebeu o hábito em agosto do mesmo ano. Foi então que adotou o nome Irmã Dulce, em homenagem à sua mãe, que faleceu quando ela tinha apenas 7 anos.

De volta à sua terra natal Salvador, iniciou em 1935 um trabalho assistencial junto às comunidades carentes, sobretudo nos Alagados, conjunto de palafitas que se consolidara na parte interna do bairro de Itapagipe.

Em 1939, depois de muito lutar para cuidar de seus doentes, ocupou um galinheiro ao lado do convento, depois da autorização da sua superiora, com os primeiros 70 doentes. A iniciativa deu início à criação das Obras Sociais Irmã Dulce, instituição considerada hoje um dos maiores complexos de saúde pública do país, com cerca de quatro milhões de atendimentos ambulatoriais por ano.

Irmã Dulce foi beatificada em 22 de maio de 2011 e sua festa litúrgica é celebrada no dia 13 de agosto, recordando a data em que recebeu o hábito de sua Congregação.

Irmã Dulce, rogai por nós!

Fontes e mais

Deixe um comentário

Alguns posts relacionados

Newsletter

Assine a nossa newsletter e faça parte dos nossos assinantes!