The Lancet se retrata por publicação de estudo picareta sobre cloroquina

Publicado em 4 de junho de 2020, às 19:00.

A revista médica The Lancet se retrata por publicação sobre estudo picareta que decretava a ineficácia da cloroquina no tratamento da Peste Chinesa, admitindo que o trabalho não é confiável.

De acordo com o Brasil Sem Medo, um estudo publicado na revista The Lancet, assinado por um professor de Harvard, Dr. Mehra, contestava a eficácia da cloroquina e hidroxicloroquina, usadas isoladamente ou em associação a macrolídeos, para debelar os sintomas da COVID-19. Pelo contrário, o paper assegurava que, na maioria dos quase 15 mil casos observados, os antimaláricos só fizeram mal, diminuíram o número de altas hospitalares e causaram problemas cardíacos.

O resultado da pesquisa fajuta embasou a decisão da OMS de interromper todos os testes com a hidroxicloroquina, mesmo com médicos e cientistas da área apontando a inadequação da metodologia de Merha e a publicação do jornal britânico The Guardian em que autoridades australianas contestavam o número de mortos por coronavírus assinaladas no documento.

Entretanto, a The Lancet publicou hoje (4) o seguinte:

“Hoje, três dos autores do paper ‘Hidroxicloroquina ou cloroquina, associadas ou não com um macrolídeos para o tratamento da COVID-19: análise do registro de vários países’, se retrataram pelo estudo. Eles foram incapazes de completar uma auditoria independente de dados subjacentes às suas análises. Como resultado, concluíram ‘não podemos mais garantir a veracidade das fontes primárias’.”

Depois disso, descobriu-se que a fonte do estudo era um banco de dados, a Surgisphere, cujo dono era um dos quatro pesquisadores, o Dr. Sapan Desai, um sujeito que nem consta no Google Scholar.

A OMS avisou que vai retomar os testes com a substância.

Atualização: a equipe do programa Os Pingos nos Is também passou e comentou a notícia:

Últimas notícias



Este post está arquivado em: Notícias

Marcadores: ,

Classificação: 0 / 5. Votos: 0.

Deixe um comentário

Alguns posts relacionados

Newsletter

Assine a nossa newsletter e faça parte dos nossos assinantes!