Twitter derruba conta de mãe de vítima da vacina

Twitter derruba conta de Arlene Ferrari Graf, mãe do advogado Bruno Graf, de 28 anos, que morreu vítima da efeitos colaterais provocados pela vacina contra o vírus chinês. Assista a entrevista cedida aOs Pingos nos Is.

Classificação: 0 / 5. Votos: 0.

Twitter derruba conta de mãe de vítima da vacina

Twitter derruba conta de Arlene Ferrari Graf, mãe do advogado Bruno Graf, de 28 anos, que morreu vítima da efeitos colaterais provocados (um AVC hemorrágico irreversível) pela vacina contra o vírus chinês da AztraZeneca, algo comprovado, com laudo médico e tudo mais.

Como diz a reportagem da Revista Oeste, Arlene salientou que “um exame constatou o nexo causal entre o óbito e a vacinação. (…) Quando isso ocorreu, fiz um alerta em todas minhas redes sociais. Como resposta, obtive inúmeros relatos de casos semelhantes em diversos lugares do Brasil”.

Arlene explica que, depois da morte do filho, passou a usar a internet para informar as pessoas sobre os riscos das reações adversas dos imunizantes, com o intuito de que as pessoas se perguntem “sobre a necessidade de inoculação por algo que tirou a vida do meu filho”.

Como resultado, Arlene foi censurada pelas big techs. “No Facebook, fui bloqueada diversas vezes. (…) Inicialmente, fui impedida de fazer postagens por 30 dias. Então, criei uma segunda conta. Porém, fui novamente bloqueada. No Instagram, as pessoas não conseguem marcar meu perfil”.

Depois das denúncias feitas por Arlene, a Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina tirou do ar o link de acesso ao documento público que cita o óbito de Bruno em decorrência da vacina. “Ninguém conseguiu acessá-lo por alguns dias”, disse.

No dia 6, o Twitter censurou Arlene. “Tinha quase 30 mil seguidores. Era uma conta muito importante para mim, visto que as pessoas me davam apoio. Além disso, contava os casos semelhantes aos do meu filho”, lamentou.

Perguntada se a AstraZeneca prestou esclarecimentos depois da morte de Bruno Graf, Arlene foi taxativa: “Não recebi apoio de nenhum fabricante de vacina, principalmente da AstraZeneca”.

Os Pingos nos Is entrevista essa senhora, que conta esta triste e trágica história neste trecho pesado da edição de ontem (7 de janeiro de 2021) deste programa da Jovem Pan, o qual contou com participação e perguntas de Augusto Nunes, Guilherme Fiuza, Ana Paula Henkel e William Travassos.

Últimas notícias


Adicionado em: 8 de janeiro de 2022

Visualizações: 96

Duração: 13:19

Categorias: Entrevistas, Notícias

Marcadores: , , , , ,

Canal: Jovem Pan

Publicado por: Equipe Direita Realista

Deixe um comentário