Estudo indica que máscaras não servem para nada e prejudicam saúde

Estudo publicado em site do governo americano indica que máscaras não servem para nada e podem prejudicar a saúde, podendo causar até morte prematura. Assista o vídeo, com a notícia e comentários do Peter, do ANCAPSU.

Classificação: 0 / 5. Votos: 0.

Estudo indica que máscaras não servem para nada e prejudicam saúde

Estudo indica que máscaras não servem para nada, no tocante ao enfrentamento do vírus chinês, e podem prejudicar a saúde. Neste vídeo, o Peter, do ANCAP.SU, passa a notícia e a comenta.

De acordo com o estudo, o qual foi publicado no site do governo americano do National Center for Biotechnological Information, o uso de máscaras nem impede a sua contaminação, nem impede que você contamine alguém. Além disso, podem “também causar efeitos colaterais graves, como hipercapnia, falta de ar, acidose e morte prematura”.

O estudo NCBI começa com o seguinte resumo:

Muitos países em todo o mundo utilizaram máscaras faciais médicas e não médicas como intervenção não farmacêutica para reduzir a transmissão e infecciosidade da doença coronavírus-2019 (COVID-19). Embora faltem evidências científicas que apoiem ​​a eficácia das máscaras, os efeitos adversos fisiológicos, psicológicos e à saúde são conhecidos. Foi levantada a hipótese de que as máscaras faciais comprometeram o perfil de segurança e eficácia e devem ser evitadas. O presente artigo resume de forma abrangente as evidências científicas com relação ao uso de máscaras faciais na era COVID-19, fornecendo informações prósperas para a saúde pública e a tomada de decisões.

Depois conclui que:

As evidências científicas existentes desafiam a segurança e eficácia do uso de máscara facial como intervenção preventiva para COVID-19. Os dados sugerem que as máscaras faciais médicas e não médicas são ineficazes para bloquear a transmissão humano a humano de doenças infecciosas e virais, como SARS-CoV-2 e COVID-19, apoiando contra o uso de máscaras faciais . O uso de máscaras tem demonstrado efeitos adversos fisiológicos e psicológicos substanciais.”

“Estes incluem hipóxia, hipercapnia, falta de ar, aumento da acidez e toxicidade, ativação do medo e resposta ao estresse, aumento dos hormônios do estresse, imunossupressão, fadiga, dores de cabeça, declínio no desempenho cognitivo, predisposição para doenças virais e infecciosas, estresse crônico, ansiedade e depressão. As consequências de longo prazo do uso de máscara facial podem causar deterioração da saúde, desenvolvimento e progressão de doenças crônicas e morte prematura”.

“Governos, formuladores de políticas e organizações de saúde devem utilizar uma abordagem baseada em evidências científicas e prósperas com relação ao uso de máscaras faciais, quando esta última for considerada uma intervenção preventiva para a saúde pública.

Fonte e mais informações e comentários: Stylo Urbano.

O relatório do site NOQ que revelou o estudo, o qual parece ter sido sumariamente boicotado pela grande mídia, por alguma razão…

Última notícias

Adicionado em: 22 de abril de 2021

Visualizações: 45

Duração: 10:11

Categorias: Notícias

Marcadores:

Canal: ANCAP.SU

Publicado por: Equipe Direita Realista


Link:

Deixe um comentário

Alguns posts relacionados