Ministra do futuro governo Bolsonaro admite ter negócios com a JBS

Tereza Cristina, ministra da agricultura do futuro governo de Jair Bolsonaro, admite ter negócios com a JBS, firma que está envolvida com escândalos do PT.

As informações foram trazidas pelO Antagonista, onde tem uma citação da futura ministra na primeira coletiva após ser indicada por Jair Bolsonaro: “Eu tenho uma propriedade, um condomínio com meus irmãos, sou inventariante e minha família arrenda um confiamento para a JBS, que é do lado da nossa propriedade. Isso há muitos anos”.

Tereza também disse que recebeu recursos indiretos da JBS em campanhas e que tem participação de um quinto na propriedade arrendada ao grupo.

Entretanto, a atual deputada também afirmou que não fez nada escondido, e “está tudo dentro da lei, com contrato assinado, não vejo nenhum problema. Se o presidente perguntar, estão lá os documentos”.

Atualização: JBS é pega de surpresa com nova prisão de Joesley Batista

Veja também

Deixe um comentário

Alguns posts relacionados

Newsletter

Assine a nossa newsletter e faça parte dos nossos assinantes!