Mulher joga água fervente em enteado por causa de casa desarrumada

Publicado em 11 de dezembro de 2019, às 16:44.

Mulher joga água fervente em enteado, um menino de apenas 9 anos, por causa de casa desarrumada e sentir falta de um perfume. O crime aconteceu em 11 de setembro de 2019, no bairro Tomba, em Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador.

Segundo a Delegacia do Adolescente Infrator, Carla Matias Vieira, de 27 anos, também não socorreu a criança, “depois que o queimou. Além de agredi-lo, ela proibia o menino de sair de casa”. Esta mulher teria dito ao pai da criança, que já teria levado ele ao hospital, mas que lá o menino teria o risco de pegar uma infecção.

“Desde quinta-feira, a criança estava presa em casa sem nenhum socorro. Ela sempre deixava o menino sozinho”, afirmou a DAI.

A polícia chegou até a casa da criança, após uma denúncia anônima. Em depoimento, o pai contou que não levou o garoto ao médico porque a mulher tem curso técnico de enfermagem e saberia cuidar dele. Ele foi indiciado por omissão de socorro e responderá em liberdade. Carla foi indiciada por tortura, cárcere privado e omissão de socorro. Após ser ouvida pela polícia, ela foi encaminhada para o Conjunto Penal de Feira de Santana.

Enfim, mais um triste, pavoroso e revoltante “caso isolado” que refuta a tese feminista que apenas mulheres podem cometer atrocidades.

Outras notícias policiais



Este post está arquivado em: Notícias

Marcadores:

Classificação: 0 / 5. Votos: 0.

Deixe um comentário

Alguns posts relacionados

Newsletter

Assine a nossa newsletter e faça parte dos nossos assinantes!