Paulo Eduardo Martins ‏faz um alerta do perigo do ativismo judicial do STF

O deputado e jornalista Paulo Eduardo Martins faz um alerta do perigo do ativismo judicial que o STF vem conduzindo diante da comissão de constituição e justiça e de cidadania.

Segundo Martins, se um ministro do supremo tribunal federal quiser legislar, ele teria que largar a toga e se tirar candidado a deputado.

Em sua declaração, o parlamentar também afirma que qualquer coisa fora disso é autoritarismo e que a ocupação de um juiz é apenas aplicar a lei, não escrevê-la:

Saiba mais

Deixe um comentário

Alguns posts relacionados

Newsletter

Assine a nossa newsletter e faça parte dos nossos assinantes!