Entrevista de Ricardo Salles aOs Pingos nos Is: a esquerda quer ser dona da pauta ambiental

Em entrevista aOs Pingos nos Is (19/10/2021), o ex-ministro Ricardo Salles conta como a esquerda quer ser dona da pauta ambiental e voltou a cobrar dos países ricos colaboração financeira. Falou mal do NOVO também.

Classificação: 0 / 5. Votos: 0.

Entrevista de Ricardo Salles aOs Pingos nos Is: a esquerda quer ser dona da pauta ambiental

Em entrevista cedida ontem ao programa Os Pingos nos Is, o ex-ministro do meio ambiente Ricardo Salles conta como a esquerda quer ser dona da pauta ambiental e voltou a cobrar dos países ricos colaboração financeira com as nações em desenvolvimento para a preservação do meio ambiente.

Segundo Salles, os países desenvolvidos “não fazem nada de graça por ninguém”. “Vamos nós fazer de graça para eles? De forma nenhuma. Tem que saber cobrar”, afirmando também que em 2015, no Acordo de Paris, houve a promessa de que haveria um aporte anual de US$ 100 bilhões, o que não se confirmou.

Salles argumenta que a COP-26 é oportunidade para o Brasil cobrar apoio financeiro das nações desenvolvida: “finalmente haverá mais uma oportunidade para que eles cumpram o que prometeram por ocasião do Acordo de Paris”, referindo-se à 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-26), em Glasgow, na Escócia, a partir do dia 1º de novembro.

Prosseguindo, Ricardo crê que “uma das maneiras disso acontecer é haver um alinhamento dentro do Brasil para combater a turma lá de fora. Tem que colocar a questão de forma bastante clara. Nós cuidamos da floresta, nós temos combustível limpo, energia eólica, solar… Eles arrebentaram o meio ambiente do planeta (…) Querem que a gente ajude a resolver o problema? Vamos ajudar. O Brasil é exemplo nisso. De graça, não. Eles [países ricos] destruíram e continuam destruindo”.

Salles também fez críticas à esquerda e reconheceu que foi alvo de ataques da militância esquerdista durante sua gestão à frente da pasta. Ele afirmou categoricamente que “um assunto muito importante para o Brasil é efetivamente colocar recursos no meio ambiente. Enquanto não tiver desenvolvimento econômico na área ambiental, especialmente na Amazônia, será complicado. A COP pode destravar esse mercado de crédito de carbono”, o que é um sentido contrário às reivindicações esquerdistas.

Ainda sobre a esquerda, Ricardo Salles conta que “eles acham que a pauta ambiental pertence à esquerda. Como se a esquerda fosse a dona da pauta ambiental. Veja o que eles nos legaram na Amazônia: região mais rica do Brasil com o pior índice de desenvolvimento humano. (…) O que eu fiz foi colocar a pauta correta: agenda ambiental urbana, com saneamento e resíduos sólidos, e colocar preço para aquilo que eles querem que a gente faça para consertar as bobagens que eles fizeram”.

O ex-ministro também comentou sobre várias propostas ambientais interessantes e economicamente viáveis e também falou mal do seu antigo partido, o NOVO, que todo mundo sabe que é uma porcaria mesmo.

A entrevista aconteceu na edição de 19 de outubro de 2021 do programa da Jovem Pan e contou com apresentação de Vítor Brown e perguntas de Cristina Graeml, Guilherme Fiuza, Augusto Nunes e José Maria Trindade.

Fonte: Revista Oeste.

Veja também

Adicionado em: 20 de outubro de 2021

Visualizações: 4

Duração: 15:52

Categorias: Entrevistas

Marcadores: ,

Canal: Jovem Pan

Publicado por: Equipe Direita Realista


Link:

Deixe um comentário

Alguns posts relacionados