Paulo Kogos – Refutação lógica do conceito de “direito dos animais”

Paulo Kogos faz, em poucos minutos, uma refutação lógica do conceito de 'direito dos animais', utilizando, para isso, argumentos filosóficos, teológicos e racionais. Clique aqui para a descrição completa.


Descrição

Neste vídeo, o empresário brasileiro Paulo Kogos faz, em poucos minutos, uma refutação lógica do conceito de “direito dos animais”, utilizando argumentos filosóficos, teológicos e racionais.

Kogos afirma que, embora os animais não tenham quaisquer direito, a crueldade com os animais é algo gravemente imoral, como ensina o Catecismo da Igreja Católica:

“2418. É contrário à dignidade humana fazer sofrer inutilmente os animais e dispor indiscriminadamente das suas vidas. É igualmente indigno gastar com eles somas que deveriam, prioritariamente, aliviar a miséria dos homens. Pode-se amar os animais, mas não deveria desviar-se para eles o afeto só devido às pessoas.”

O empresário também argumenta que este conceito de “direito” dos animais não é apenas absurdo, mas também causaria sérias consequências negativas à sociedade.

Veja também

Mais informações

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *