Ativismo judicial é delito gravíssimo

Este vídeo mostra como integrantes do judiciário estariam legislando e impondo suas posições em relações a assuntos diversos, como aborto, o que caracteriza ativismo judicial, algo inconstitucional e antidemocrático. Acesse aqui a descrição completa.


Descrição

Ativismo judicial é delito gravíssimo é um vídeo do canal “REALIDADE” que mostra como integrantes do judiciário estariam utilizando sua posição para legislar e impor suas posições subjetivas em relações a assuntos diversos, como aborto, o que caracteriza ativismo judicial, algo inconstitucional. Visto que esses indivíduos não foram eleitos, também é algo eminentemente antidemocrático.

O vídeo começa mostrando o caso do habeas corpus concedido pelo STF para pessoas presas em flagrante em clínica clandestina de aborto em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, onde cinco foram presos por este crime previsto pelo Artigos 126 e 288 do Código Penal, que tipificam os crimes de aborto provocado e formação de quadrilha. O vídeo argumenta que, assim, o STF abre caminho para descriminalizar o aborto, uma gravíssima agressão aos direitos naturais.

Esse vídeo teria sido recomendado pelo professor Olavo de Carvalho.

Veja mais

Mais informações

Disclaimer: exceto quando explicitado na publicação, não temos nenhuma ligação com o conteúdo divulgado ou seuu(s) criador(es). É também interessante notar que, apesar do nome do site, nem todo conteúdo publicado aqui pode ser rotulado como "de direita" ou de algo que o valha. Pode ser simplesmente algo interessante e/ou edificante que mereça ser arquivado ou pra realizar um simples registro histórico. Saiba mais sobre o Direita.TV aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *