Allan dos Santos revela mais alguns detalhes da sua denúncia

Allan dos Santos revela mais alguns detalhes da grave denúncia que fez recentemente, onde governos da China e Coreia do Norte estariam espionando Bolsonaro, e alguns do judiciário estariam cientes. Clique aqui para a descrição completa.


Descrição

Em entrevista ao programa Os Pingos nos Is, da Jovem Pan, o jornalista Allan dos Santos, do Terça Livre, revela mais alguns detalhes da grave denúncia que fez recentemente, onde governos da China e Coreia do Norte estariam espionando Jair Bolsonaro, e alguns membros do judiciário estariam cientes.

Além das embaixadas destes dois países comunistas, estariam envolvidos na suposta articulação também o advogado Kakay. Isso teria sido descoberto por uma empresa alemã, contratada por um funcionário do TSE.

O objetivo dessa trama seria caçar a chapa Bolsonaro-Mourão no TSE, com base nas alegadas escutas telefônicas. Os ministros que estariam a par da espionagem já teriam programado, inclusive, a saída deles e de suas famílias do Brasil, logo após a cassação no TSE.

A denúncia foi feita no dia 31 de julho, de madrugada, por Santos, que atualmente está fora do Brasil. Esta entrevista foi retirada do programa Os Pingos nos Is que entrou no ar no dia 31 de julho de 2020.

Atualizações

Últimas notícias

Mais informações

One thought to “Allan dos Santos revela mais alguns detalhes da sua denúncia”

  1. LULU BANDEJA, LEX LUTHOR ALEXANDRE DE IMORAIS, LEITÃO CHILENO, BATORÉ E KAKAY, TRAIDORES DO BRASIL !!!!!!!!!!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *